A segunda-feira (08) foi bastante movimentada a Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores de Francisco Beltrão. Foram debatidos treze projetos. Destes, seis aprovados por unanimidade. Os demais foram arquivados e alguns serão reapresentados em 2015. Do executivo recebeu aprovação o Projeto 110, que autoriza permuta de lote urbano no bairro Industrial. Uma área de 492 m2 será incorporada ao terreno onde está em construção a nova escola municipal do bairro.

O 111 altera a lei que delimita o perímetro urbano, aumentando em 5.059 hectares o perímetro urbano para a execução de um conjunto habitacional com cerca de mil residências na Cidade Norte. Projeto 112 altera a lei que trata da estrutura administrativa da prefeitura, promovendo a adequação de salário para algumas funções. Outro projeto do executivo é o 113, que trata da aquisição de terreno de 2.250 m2, em Nova Concórdia A área será anexada ao terreno onde uma nova escola será construída.

Os outros dois projetos aprovados são do Legislativo. O 32 apresentados pelos vereadores Brizola (PSL) e Maria de Lourdes Pazzini (PMDB) Institui o Programa Erva-Mate, determinando a distribuição de mudas para o plantio e orientação técnica aos produtores rurais. O foco principal é fomentar a agroindústria da erva-mate, com políticas públicas que incentivem o aumento da produção, gerando empregos e renda.

Também foi aprovado o projeto 34, do vereador Roberson Artifon Fiera (PT) cria o programa denominado de Horta na Escola, através da implantação de hortas nas escolas municipais. O objetivo é incentivar os alunos a aprenderem a cultivar hortaliças e ao mesmo tempo produzir as verduras para a merenda escolar.

Além de projetos, alguns vereadores também apresentaram alguns requerimentos. Roberson Artifon Fiera (PT) sugeriu que a administração municipal denomine logradouros públicos com os nomes de Olídio Fiera e Celio Favero, como forma de homenagear estes pioneiros. Também reivindicou asfaltamento nas ruas Gramado e Capinzal, no Jardim Primavera, e recolocação do parquinho infantil e Academia da Terceira Idade no bosque que fica entre os bairros Jardim Floresta e Jardim Itália I. Ivanir Tupi Prolo (PP), pediu a construção de faixa elevada na rua Colorado, próximo do número 498, no bairro Jardim Virgínia.