Com manifestações contrárias ao novo governo e pedido de novas eleições, o Senado Federal está realizando uma consulta pública (Clique aqui) sobre uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) de autoria do senador Walter Pinheiro, que propõe um novo pleito para a Presidência da República, simultaneamente às eleições municipais de outubro.

A enquete está no ar desde maio e até a manhã desta terça-feira (06), 92,5% dos participantes manifestaram-se favoráveis à uma nova eleição presidencial.

Na justificativa, Pinheiro afirma que o país enfrenta uma crise de dupla natureza – política e econômica. Sendo assim, não faz sentido supor que a melhoria do ambiente econômico possa se dar sem que antes se resolva o componente político da crise.

Conforme ele, a chapa vencedora das eleições de 2014, tanto a presidente afastada como o atual presidente, Michel Temer, contam com a desaprovação da maioria da população, com base em pesquisas de opinião, e mesmo com o afastamento da presidente Dilma Rousseff, os graves problemas enfrentados não se resolverão. O parlamentar finaliza o texto, afirmando que a única saída legítima desta crise deve passar pelas mãos do povo “na decisão sobre quem deve exercer, nos próximos dois anos, a Presidência da República”.

Para ser aprovada, uma PEC precisa de três quintos dos votos tanto na Câmara quanto no Senado, em dois turnos. O projeto vai tramitar na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), mas está parado há mais de dois meses. O relator, senador Acir Gurgacz (PDT-RO), ainda não apresentou parecer à respeito da matéria.