No segundo mandato, o Deputado Federal Zeca Dirceu (PT) vivencia o dia a dia da turbulência política de Brasília. Com a queda da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) e posse do atual presidente da República Michel Temer (PMDB). O parlamentar acredita que somente uma nova eleição, pode tirar o Brasil da crise econômica e principalmente da crise política.

Zeca Dirceu / Foto: Assessoria
  • Compartilhe no Facebook

Zeca Dirceu / Foto: Assessoria

“Só começa a ser resolvida se a gente avançar com a pauta de eleições diretas já. Quando a população for novamente as urnas, escolher um governo legitimo, que tenha programa, propostas conhecidas e debatidas, você cria um clima estabilidade e o país começa a se organizar e ser respeitando. Não existe outro meio que não seja eleições para a gente restabelecer o ciclo de crescimento”.

O governo de Michel Temer não tem agrado a população, isso se reflete ao alto índice de desaprovação apontado em pesquisas realizadas por grandes instituições nacionais. Segundo Zeca, “não somente eu, mas a população tem uma avaliação péssima do governo Temer. Esse governo é fruto de um golpe parlamentar, ilegítimo, sem voto, que está tentando executar um plano de governo que desde 1998 vem sendo derrotado nas urnas. É um governo que não coloca a economia para girar a favor da maioria dos brasileiros, o qual favorece apenas meia dúzia. A situação reflete no desemprego, perda de renda e desanimo da população em geral”.

Recentemente o parlamentar esteve no Sudoeste, na cidade de Dois Vizinhos para celebrar o aniversário de 39 anos. O evento foi organizado por lideranças da região. “Os apoiadores do mandato e lideranças decidiram organizar uma festa do meu aniversário somente para o sudoeste. Isso demonstra que existe uma sintonia. Tenho uma expectativa muito grande de ter uma relação com a região cada vez mais intensa”.