A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) estuda o novo aumento na conta de água. A entidade encaminhou para Agência Reguladora do Paraná (Agepar) a proposta de revisão tarifária, que é feita a cada quatro anos. Caso aprovada, a entidade deve repassar ao consumidor aumento de 25,63%, divididos em quatro anos.

Deputado Tadeu Veneri / Foto: Assessoria
  • Compartilhe no Facebook

Deputado Tadeu Veneri / Foto: Assessoria

Acompanhando os debates de aumento na tarifa desde 2013, o líder da bancada de oposição, Deputado Estadual Tadeu Veneri (PT), disse em entrevista à Rádio Onda Sul FM, que o reajusto será pesado para o consumidor. “Teríamos nesse ano 15 por cento de reajuste, nos próximos três anos, 10 por cento em cada ano. Isso eleva o custo da água e esgoto para as pessoas de forma brutal”.

O parlamentar afirma que o alto custo pode gerar efeitos na sociedade. “Quando um produto fica muito caro você busca alternativas. As pessoas vão começar a usar água de poço, não terá mais esgotamento sanitário. O que me incomoda muito é que todo esse processo que está sendo feito, tem um viés de beneficiar os acionistas que colocaram mais de 1 bilhão nas ações da Sanepar”.

Veneri não descarta a possibilidade de realizar Audiências Públicas para fomentar o tema, “se necessário vamos organizar uma agenda de audiências públicas, algo que a Sanepar e Agepar já deveriam ter feito”.