Representante do Sudoeste na Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP), o deputado estadual Nelson Luersen (PDT) lamentou a atitude do Governo do Paraná pela insistência em votar o Projeto de Lei que altera o sistema previdenciário do Estado, culminando com os acontecimentos de quarta-feira, dia 29, em Curitiba, onde mais de 200 pessoas ficaram feridas em atrito com os policiais.

“Lamento profundamente pelos mais de 200 feridos, que estavam apenas lutando pelos seus direitos e foram duramente atacados pelo maior cerco policial visto nos últimos tempos no Centro Cívico. Uma verdadeira batalha sangrenta”, disse o deputado Luersen, ex-prefeito de Planalto. “Peço desculpas aos servidores e ao povo do Estado por não conseguirmos evitar  o confisco da Paraná Previdência. Tentamos, de todas as formas democráticas, demover o Governo de seu intuito. Trabalhamos na tentativa de mudar o voto dos deputados e deputadas governistas, mas, infelizmente, não obtivemos êxito”, complementa o deputado, que diz estar de luto por causa do conflito.