Durante a votação da Lei Orçamentária Anual (LOA) na sessão do Congresso da última terça-feira (17), a deputada federal Leandre Dal Ponte, líder do PV, reafirmou a contrariedade ao fundo eleitoral, que vem desde sua criação. “O Partido Verde é contra o aumento do fundo eleitoral, assim com foi em 2017: contra a criação do fundo”, afirmou a deputada durante a orientação de voto.

Além da deputada Leandre, poucos deputados se manifestaram contrários ao aumento do Fundo Especial de Financiamento de Campanhas (FEFC), o chamado “Fundão”, que foi o único item da proposta orçamentária para 2020 discutido em separado na votação. Somente 6 partidos se posicionaram contrários ao aumento do fundo: PV,  PSL,  PSOL, Cidadania,  Podemos e Novo.

O financiamento público de campanhas eleitorais foi aprovada pelo Congresso, a partir de proposta do Senado (PL 8703/17) transformada na Lei 13.487/17. Na época, o PV já havia se posicionado contrário ao fundo. Em 2017, o Supremo Tribunal Federal (STF) já havia proibido o financiamento privado de campanhas.

Fonte: Assessoria