A população de Abelardo Luz, Oeste de Santa Catarina, voltará às urnas para escolher o prefeito municipal no dia 03 de setembro. A resolução do Tribunal Regional Eleitoral catarinense foi publicada nesta semana.

A nova eleição se dá após decisão do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), que revogou o efeito suspensivo concedido pela Presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mantendo acórdão do próprio tribunal que, por maioria, deu provimento ao recurso especial interposto pelo Ministério Público Eleitoral para indeferir seu pedido de registro de candidatura de Nerci Santin, eleito nas eleições de outubro de 2016.

O indeferimento do registro da candidatura de Santin ao cargo de prefeito de Abelardo Luz baseou-se na inelegibilidade em virtude de condenação criminal transitada em julgado pelo crime de desobediência qualificada. Com o afastamento, o presidente do Poder Legislativo, Lucas Sernajoto, assumiu interinamente a prefeitura.

Conforme a resolução desta semana, os partidos deverão realizar suas convenções para escolha de candidatos entre os dias 07 e 09 de julho. Os pedidos de registros de candidaturas deverão ser entregues até o dia 11 e a propaganda eleitoral estará permitida a partir de 12 de julho. Poderão votar na eleição suplementar, todos os eleitores com situação regularizada junto à Justiça Eleitoral até o último dia 05 de abril.

No dia da eleição, a votação inicia às 08h, se encerrando às 17h. A diplomação dos eleitos, prefeito e vice, deve ser realizada até o dia 21 de setembro.