Na noite de terça-feira (09), durante a realização da décima sexta Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Chopinzinho, os vereadores Edina Accorsi, Rogério Pereira dos Santos, Daniel Zanesco, Claudemir Malage Leonides Moser apresentaram ao Plenário o Requerimento nº 008, o qual pede o envio de expediente ao Chefe do Poder Executivo para que, junto à Secretaria responsável, encaminhe a Casa de Leis algumas informações a respeito da aquisição de alimentos da Agricultura Familiar.

De acordo com o Requerimento, no dia 17 de abril, o município divulgou a compra de alimentos perecíveis da Agricultura Familiar, garantindo renda aos agricultores e colaborando na alimentação das famílias, durante a pandemia, quando as escolas permanecem sem as aulas presenciais. Contudo, neste mês de junho, os itens da merenda foram reduzidos, drasticamente, tanto na aquisição quanto na distribuição.

A proponente, Vereadora Edina Accorsi, falou sobre o pedido de informações: “Fizemos esse Requerimento para pedir informações sobre a questão da redução dos alimentos da merenda escolar, que estavam sendo distribuídos para as famílias de baixa renda, aqui no município. Havíamos realizado uma indicação, no último dia 31 de março, solicitando que esses alimentos, que seriam destinados às crianças nas Escolas e CMEIs, fossem distribuídos às famílias de baixa renda, como exemplo que o próprio Governo do Estado, hoje, realiza. No dia 17 de abril, tivemos a divulgação, pelo município, que esses alimentos da Agricultura Familiar estavam sendo distribuídos e que essa renda estava sendo garantida aos agricultores. Hoje, temos cerca de 30 famílias de agricultores que dependem desse recurso, até para a questão da gestão das suas famílias.’’

Edina, também, falou sobre a visita realizada, em conjunto com o Presidente do Legislativo, Rogério Pereira dos Santos, no município de Coronel Vivida, para buscar informações junto ao Sindicato Rural: “Investigamos, também, se em outros municípios estava ocorrendo a mesma situação. Tivemos informações sobre Saudade do Iguaçu, Mangueirinha, Pato Branco e visitamos, hoje, com o Presidente, o Sindicato Rural, em Coronel Vivida, onde é realizada a gestão da cooperativa dos produtores rurais. Conseguimos a informação de que os produtos continuam sendo entregues, da mesma forma, a cada 15 dias, para as famílias. Por isso, gostaríamos de ter essas informações, sobre qual o motivo dessa redução na aquisição desses alimentos, se houve a comunicação, antecipadamente, aos agricultores, já que eles dependem financeiramente e já tinham se programado com a sua produção e também se há uma previsão de regularizar a entrega, novamente, a essas famílias.’’

Edina, também, falou sobre as diligências realizadas, em conjunto com o Presidente do Legislativo, Rogério Pereira dos Santos, até o município de Coronel Vivida, para buscar informações junto ao Sindicato Rural: “Investigamos, também, se em outros municípios estava ocorrendo a mesma situação. Tivemos informações sobre Saudade do Iguaçu, Mangueirinha, Pato Branco e visitamos, hoje, com o Presidente, o Sindicato Rural, em Coronel Vivida, onde é realizada a gestão da cooperativa dos produtores rurais. Conseguimos a informação de que os produtos continuam sendo entregues, da mesma forma, a cada 15 dias, para as famílias. Por isso, gostaríamos de ter essas informações, sobre qual o motivo dessa redução na aquisição desses alimentos, se houve a comunicação, antecipadamente, aos agricultores, já que eles dependem financeiramente e já tinham se programado com a sua produção e também se há uma previsão de regularizar a entrega, novamente, a essas famílias.’’

Ouça a vereadora Edna Acorsi… 

Da redação, com informações da assessoria