Com o fim dos trabalhos na Assembleia Legislativa do Paraná, o Deputado Estadual Wilmar Reichembach, aproveita o momento para descansar e avaliar os trabalhos realizados no decorrer de 2016. Tendo como principal colégio eleitoral, o município de Francisco Beltrão, o parlamentar falou de alguns temas relacionados a cidade e o sudoeste durante entrevista na manhã de hoje (26), na Rádio Onda Sul FM.

Deputado Reichembach / Foto: Francione Pruch
  • Compartilhe no Facebook

Deputado Reichembach / Foto: Francione Pruch

O primeiro tema abordado foi o pedágio pelo Corredor Sudoeste. Neste mês o Governador Beto Richa (PSDB) suspendeu os estudos sobre a implantação, a expectativa é que o tema volte ao debate ainda ano primeiro semestre do ano que vem. Segundo Reichembach, “temos uma rodovia de aproximadamente 50 anos, período que a região se transformou em vários aspectos, no sentindo de intensa utilização da via, mas a rodovia não se transformou. Ela precisa de investimento expressivo, existe o projeto, mas para viabilizar é necessário que seja através da concessão”.

O deputado ainda destaque que o assunto precisa ser amplamente debatido e com tempo para analisar todos os aspectos, principalmente os valores que serão cobrados. “Essa discussão precisa continuar, mas precisa ter o tempo necessário. Caso aconteça a implantação que tenha uma concorrência real, para que os preços sejam justos e possamos ter aqui os investimentos”.

Defensor do aeroporto regional, o projeto contínua sem uma resposta concreta para a região. Três municípios estão na luta para que o projeto seja implantado, sendo eles Pato Branco, Francisco Beltrão e Renascença. “É importante dizer que o aeroporto do sudoeste, localizado em Renascença através de uma indicação de estudo da AMSOP, ele está mantido, agora depende de uma intensa mobilização da região”. Frisa Reichembach.

Ao finalizar a entrevista o parlamentar destacou que pretende trabalhar junto com o prefeito eleito de Francisco Beltrão, Cleber Fontana (PSDB). “Podemos garantir a população, o compromisso assumido na campanha com o Cleber. Beltrão terá condições melhores de receber investimentos do estado. Teremos esse alinhamento maior, já demostrado por parte do prefeito. Agora tenho clareza que o projeto do contorno vai sair em 2017”.