Na sessão desta segunda-feira, dia 23, na Câmara de Vereadores de Francisco Beltrão, foi aprovado por unanimidade um projeto de Decreto Legislativo que trata da recomposição dos vencimentos dos servidores da Câmara, no percentual de 6,2%, utilizando como referência o INPC, Índice Nacional de Preços ao Consumidor, de 2014. Por meio de Requerimento o vereador Paulo Grohs, PSDB, pede informações da Prefeitura sobre o processo que prevê a construção do prédio da Escola Municipal Frei Deodato do bairro Cango.

O vereador Roberson Artifon Fiera, PT, solicita da administração municipal cópia do processo licitatório e do contrato do fornecedor da tinta usada na pintura das faixas de sinalização das ruas. Também sugeriu as seguintes melhorias para o Bairro Jardim Floresta e Loteamento Jardim Primavera: transporte público; asfaltamento de ruas; sinalização de trânsito; limpeza de ruas e galerias; instalação ou melhorias na iluminação pública; limpeza do terreno destinado ao bosque; construção de playground; academia da terceira idade e limpeza do terreno destinado ao parque.

Ouça a entrevista do repórter Ademir Augusto com o vereador Roberson:

Ivanir Tupi Prolo, PP, quer saber se existem estudos ou projeto para a construção de um centro comunitário na Gruta do Jacutinga. Maria de Lourdes Pazzini, PMDB, solicitou melhorias e iluminação pública na rua Elísio Vetorello, no bairro Jupiter. Aires Tomazoni, PMDB, reivindicou asfaltamento na rua Marechal Hermes da Fonseca, no bairro São Miguel. O vereador Cleber Fontana, PSDB, sugeriu que a Câmara organiza uma Sessão Solene para a entrega de forma conjunta dos títulos de Cidadão Honorário e Vulto Emérito concedidos há mais de um ano.

A vereadora Maria de Lourdes Pazzini concedeu entrevista e se mostrou insatisfeita com a resposta do prefeito de Francisco Beltrão Cantelmo Neto sobre o posicionamento do

requerimento que trata de melhorias na PR 483.

A insatisfação da vereadora Lourdes Pazzini: 

                                     Alteração no Horário das Sessões

Na Sessão Ordinária desta terça-feira, dia 24, às 18h00, será votado o Projeto de Resolução que altera o Regimento Interno. O objetivo é alterar das 18h00 para as 14h00 o horário das sessões nas segundas e terças-feiras. A maioria dos vereadores já declarou ser favorável à alteração. Em reuniões com segmentos organizados da sociedade, a proposta também recebeu amplo apoio. Se a medida for aprovada, o novo horário será adotado a partir de abril.      A vereadora Elenir de Souza Maciel, PP, presidente da Câmara, enfatiza que o principal objetivo da mudança é possibilitar uma presença maior da população para acompanhar os trabalhos do Legislativo.

Elenir entende que o horário atual, das 18h00, não possibilita uma participação mais efetiva, visto que muitas pessoas estão saindo do trabalho e se dirigindo para suas casas. Às 14h00 será possível levar para a Câmara estudantes, integrantes de associações, entidades e de outros segmentos. Inclusive na tarde desta terça-feira, às 14h, a reunião sobre o tema será com diretores das escolas estaduais, fechando o roteiro de debates com a comunidade.