A telefonia móvel é um problema em todo o Brasil, entretanto, os consumidores chopinzinhenses estão sendo ignorados amplamente pelas operadoras móveis. Somente uma operadora mantém loja no município, o restante não possui representação total dos serviços na cidade, além da inacessbilidade de rede 3G, pois já está em funcionamento o sistema 4G.

 

Há algumas semanas por sugestão do Vereador Valmor Teles Mendes e com o apoio de toda a bancada de situação foi encaminhado pela Câmara de Chopinzinho um pedido de providências a Anatel pelas constantes quedas nos serviços e também por falta de sinal em alguns locais da cidade. “Nós temos reclamações em pontos de pessoas que não podem deixar o celular dentro de casa que não pega. No Parque Industrial os empresários e profissionais precisam ficar na janela para conseguir. Esses obstáculos podem parecer pequenos, mas para o consumidor que paga caro pelo serviço, não devia acontecer”, reclama o Vereador Valmor (Quexinho).

 

 

No relatório de resposta da Agência Nacional de Telecomunicações estão dados como o tempo que as operadoras tiveram problemas desde janeiro e ficaram fora de operação. A Claro ficou 81h36m fora do ar em 2013. Oi (14h45) e Vivo (14h46). Apenas a Tim não teve interrupções de serviços, alias a Tim também é a única que mantém loja oficial na cidade.

 

O presidente da Câmara Amarildo Secco lembrou que há um lado muito positivo nos questionamentos feitos pelo Legislativo e que outros pontos que a Câmara está notando é a falta de serviços em 3G, que possibilitam mais qualidade nas ligações e maior trafegabilidade de dados no celular. A conclusão do relatório da Anatel é que as operadoras têm mantido os serviços dentro dos parâmetros atuais, entretanto, haverá uma notificação as quatro operadoras para que solucionem os problemas enfrentados.