O deputado estadual Ademar Traiano (PSDB) líder da bancada tucana, defendeu nesta semana na Assembleia Legislativa do Paraná, que o estado está sendo perseguido, e que os três ministros desta terra que participam influentemente do governo Dilma Rousseff, não contribuem com o próprio estado.

Em entrevista para a rádio Difusora América de Chopinzinho, o deputado comentou que o Paraná gera grandes contribuições para a união, mas recebe poucos investimentos, “o que temos recebido da união é praticamente nada. Somos o quinto estado da confederação que mais contribui com receitas para a união, fruto da produção agrícola, do trabalho dos paranaenses que geram riquezas e contribuem para economia nacional. A balança comercial do Brasil é sustentada praticamente pela agricultura do Paraná. Em contrapartida como somo o quinto estado a contribuir, somos o 23º a receber recursos do governo federal”.

O deputado atribui essa afirmativa ao rombo que o estado do Paraná teve de 100 milhões de reais nesse quadrimestre de 2013, “é lógico, isso está prejudicando sensivelmente. É só conversar com o prefeito de Chopinzinho, e com tantos outros prefeitos e fazer a pergunta, como foi à queda do fundo de participação dos municípios durante este ano. No ano anterior Chopinzinho perdeu no mínimo três milhões de reais, que deixou de receber”.