A Delegacia de Polícia Civil de Palmas efetuou, na quinta-feira (22), a prisão preventiva de um indivíduo suspeito de cometer o crime de favorecimento da prostituição ou de outra forma de exploração sexual de criança.

As investigações tiveram início com denúncias apresentadas, inclusive com fotos de meninas no palco da boate de propriedade do suspeito, localizada no bairro Lagoão. A mãe de uma das meninas confirmou que o indivíduo buscava a filha em casa e a levava para a boate. O Inquérito Policial será remetido ao Poder Judiciário nos próximos dias.