Dois integrantes de uma quadrilha suspeitas de envolvimento em roubos a agências de cooperativas de crédito no Oeste de Santa Catarina e no Sul do Paraná foram presos nesta semana. Eles estavam foragidos desde a última sexta-feira (29), quando a Polícia Civil catarinense interceptou um plano de roubo à uma agências na região.  Na ação, houve troca de tiros, com três homens baleados.

Na segunda-feira (01º), um mandado de prisão temporário foi cumprido pela DIC (Divisão de Investigação Criminal) de Concórdia, no município de Lindóia do Sul, Oeste de Santa Catarina. Já na terça-feira (02), um mandado de prisão foi cumprido pelo DEIC (Departamento Estadual de Investigações Criminais) do Rio Grande do Sul, na cidade de Sapiranga, região da Grande Porto Alegre.

Na última sexta-feira (29), outros integrantes da quadrilha foram baleados durante um confronto com a polícia no município de Catanduvas. Um deles não resistiu e morreu no Hospital Universitário Santa Terezinha, em Joaçaba.

Na ocasião, agentes da DIC invadiram uma residência após informações de que os criminosos se organizavam para assaltar uma cooperativa de Vargem Bonita. No local foi apreendido o material utilizado para a prática dos roubos, como armas de fogo, touca balaclava, marreta e luvas.

O delegado regional, André Cembranelli, aponta que, apesar de a quadrilha ter como base a cidade de Catanduvas, ela possui integrantes em outras cidades. Por isso, as investigações continuam.