A Polícia Militar (PM) registrou na tarde de domingo (17) uma ocorrência de estelionato no interior de Ipuaçu, Oeste de Santa Catarina. No local, os policiais prenderam em flagrante dois homens que vendiam produtos medicinais e portavam cédulas de R$ 50,00 falsas.

A guarnição recebeu denúncia de que a dupla estava na Reserva Indígena Xapecó. Em abordagem, os indivíduos, de 37 e 73 anos, identificaram-se como ciganos que estavam acampados na cidade de Galvão e que apenas vendiam ervas medicinais.

A dupla estava a bordo de um VW/Santana, placas de Palmeiras das Missões (RS). Em revista pessoal e veicular, o policiais localizaram as cédulas falsas que estavam sendo repassadas aos compradores dos produtos.

Os elementos receberam voz de prisão e foram encaminhados à Delegacia de Abelardo Luz, onde prestaram depoimento, alegando que estavam na reserva indígena, pois o homem de 37 anos teria marcado um encontro com uma moradora do local. Como a conversa não tocou o coração dos policiais, a dupla foi autuada em flagrante e encaminhada para a sede da Polícia Federal em Chapecó.