O início de 2020 foi de muito trabalho para a Polícia Militar de Candói, no Centro Sul do Estado. Pouco depois da queima de fogos, a equipe registrou um esfaqueamento. Uma mulher, identificada como Cintia Pires Rodrigues, foi ferida na região do pescoço a golpes de canivete.

O fato ocorreu após um desentendimento com a filha na Rua Parailho Machado, área central da cidade. A vítima, que apresentava sintomas de embriagues, foi atendida pela equipe da Secretaria de Saúde e conduzida ao hospital.

Segundo testemunhas, Cintia teria se desentendido com a filha, com quem tem problemas de ordem pessoal. No entanto, não souberam informar se a filha teria sido a responsável pelas agressões, visto que a mesma não foi localizada. O boletim de ocorrência foi encaminhado à Polícia Civil de Guarapuava para os procedimentos cabíveis.

Mais tarde, por volta da 01h30, durante as comemorações do Réveillon houve uma briga generalizada envolvendo, pelo menos, oito pessoas. Os envolvidos estavam se agredindo a socos, chutes e até mesmo utilizando-se de garrafas de cerveja e champanhe.

Para dispersar a confusão, a Polícia Militar utilizou técnicas de dispensação. Apesar da intervenção, ninguém foi preso.