Foto:Reprodução/Facebook
  • Compartilhe no Facebook

Foto:Reprodução/Facebook

O caso da jovem Maiara Paola Dill, 22, supostamente morta por engasgamento, em Xanxerê, Oeste de Santa Catarina, continua sob investigação por parte da Polícia Civil. Equipes de perícia encontraram manchas de sangue no local onde a jovem morreu.

Outro detalhe foi a forma como o cadáver foi encontrado. Segundo o Corpo de Bombeiros, a vítima já apresentava ausência total de sinais vitais e rigidez, sugerindo que a morte teria ocorrido já há algum tempo.

Conforme relato do namorado da jovem, ela teria se engasgado com alimento por volta das 03h de sexta-feira (26). O casal estava na residência dos patrões de Maiara, que cuidava do imóvel e chamou o namorado para acompanha-la.

O corpo da jovem foi encontrado no chão da sala, sendo encaminhado para exame de necropsia no Instituto Médico Legal (IML). A Polícia Civil aguarda o resultado para dar andamento às investigações.

O namorado da vítima prestou depoimento à Polícia Civil. O teor do relato não foi revelado pelas autoridades. O rapaz foi liberado em seguida. O corpo de Maiara Paola Dill foi velado no Centro Comunitário do Bairro Sufiatti e sepultado na manhã de sábado (27), em Xanxerê.