Uma ossada humana foi encontrada pela Polícia Civil na tarde desta quinta-feira (24) na comunidade de Fartura, interior de Candói. Embora a identificação dependa ainda de exame de DNA, a polícia informou se tratar de Nelson Flores dos Reis, de 49 anos, conhecido como “Milico”, que estava desaparecido desde o dia 27 de maio.

A ossada, que estava enterrada, foi recolhida ao IML de Guarapuava. O caso vinha sendo investigado pela Polícia Civil. Nelson teria sido vítima de latrocínio (roubo seguido de morte). Ele morava sozinho na comunidade e trabalhava como diarista em propriedades rurais.

Segundo informações, os suspeitos pelo crime foram identificados e um foi localizado e preso. Esse é quem teria indicado onde estava o corpo. Ele vai responder por latrocínio e ocultação de cadáver. A Polícia Civils egue a procuro do segundo envolvido no crime, identificado como Adélcio.

Informações que possam ajudar na sua localização, podem ser prestadas à polícia pelos telelefones 190, 197 ou 181. Não é necessário se identificar.

Clique aqui para rever a notícia do desaparecimento

Fonte/fotos: Polícia Civil