A Policia Civil de Francisco Beltrão, no Sudoeste do Estado, elucidou um crime de latrocínio (roubo seguido de morte) registrado no último sábado, dia 4, em que foi vítima Ari Zatti, de 64 anos. O caseiro foi encontrado morto no sitio que trabalhava, na comunidade de Rio Erval/Km 15.

Na ocasião, foi roubado seu carro, uma camionete saveiro, e a carteira com documentos e dinheiro. O carro foi encontrado no mesmo dia, abandonado no Bairro Novo Mundo, na região do Aeroporto.

Em diligências, chefiadas pelo delegado Valderez Scalco, na manhã desta quarta-feira (8) foi encontrada a arma (facão) usada no crime. Estava escondida na margem de uma estrada. O local foi apontado pelo suspeito de cometer o crime, que é enteado da vítima.

Marciano Corrêa confessou o crime. Ele disse que foi até o sitio para passar uma temporada, porém o padrasto não quis o receber. Os dois discutiram e acabaram entrando em luta corporal. Durante a briga, Marciano acabou atingindo o padastro com golpes de facão.