Um homem de 45 anos foi detido juntamente com a mulher dele, de 26 anos, na noite desta quarta-feira em Candói, pela Polícia Militar. O casal, que é dono de uma boate no Distrito da Paz, está sendo acusado de lesão corporal e cárcere privado envolvendo uma mulher de 27 anos. A vítima, encontrada em um dos quartos da boate, contou ter sido agredida pelo casal.

A mulher, segundo a PM, apresenta lesões em vários locais do corpo e fratura na perna direita. Em conversa com os policiais, ela contou que havia recebido atendimento médico e foi obrigada a contar que os ferimentos eram decorrentes de uma queda que sofreu no próprio estabelecimento. Também contou que teria sido agredida pela esposa do patrão por motivo de ciúme. Além disso, foi impedida de deixar o local.

O casal suspeito foi encontrado em um residência que fica nos fundos da boate. No local, a Polícia militar encontrou as filhas da vítima, de 11 anos e um ano, além de um bebê de oito meses, filho do casal acusado pelas agressões. As crianças foram entregues ao Conselho Tutelar e os demais envolvidos encaminhados à 14ª SDP de Guarapuava para os procedimentos relacionados ao caso.

Com informações da Polícia Militar