Raquel da Luz Aguillera Martins, 23 anos, mãe da criança Isabeli da Luz Martins, supostamente morta pelo próprio pai Joar Feliciano em fevereiro de 2016, foi encaminhada ao presidio Regional de Chapecó, acusada pela Polícia catarinense de ocultação de cadáver.

Ela foi autuada em flagrante e arbitrada fiança de R$ 10 mil pelo delegado Maiko Frank Vivi da delegacia de Ponte Serrada/SC. No entendimento da polícia judiciaria a mulher teve participação no crime acobertando a morte da criança por mais de um ano.

O crime só foi descoberto na quinta-feira (23) após a morte do acusado em grave acidente de trânsito no cruzamento da Rua Armindo Saldanha com a Professor Henrique Berhost, no bairro divino em Palmas, sul do Paraná na manhã de terça-feira (21).

Durante o velório do piloto, amigos e familiares estranharam a ausência da criança. Na manhã de quinta-feira (23) uma denuncia relatando a morte da criança levou conselheiros tutelares de Palmas, até o local de trabalho de Raquel para averiguar a certidão de óbito da filha, momento em que confessou o crime.

Em depoimento a Polícia Militar ela confessou ter conhecimento do crime, porém negou qualquer envolvimento com a morte da própria filha. Na sequencia dos fatos ela indicou aos policiais o local onde o ex-marido (já morto) teria enterrado a filha do casal. De posse das informações, A Polícia Militar de Palmas com apoio da Polícia Civil e Militar de Ponte Serrada e Passos Maia, deslocaram até o local onde localizaram o corpo enterrado.

Com o corpo localizado e a prisão da mãe da menor, a Polícia judiciaria espera o laudo do IML de Chapecó/SC para saber como a criança foi morta.

Motociclista perde a vida em ruas de Palmas/PR

EXCLUSIVO – Homem que morreu em Palmas/PR é acusado de matar a própria filha. Corpo da Criança foi encontrado hoje