A Polícia Militar de Bituruna, Sul do Paraná, foi acionada na noite de segunda-feira (26), para o atendimento de um homicídio registrado na Linha Sabiá. Chegando no local, foi informado aos policiais que um rapaz de 23 anos teria matado um colega de trabalho – ambos trabalhavam no corte de pinus.

Em abordagem ao acusado, o mesmo confessou o crime e apontou o local onde estava o corpo. O acusado contou detalhes do fato, que ocorreu na quinta-feira (22). Ambos teriam ingerido bebida alcoólica e em uma discussão o suspeito desferiu um golpe de facão no pescoço da vítima e, em seguida, efetuou dois disparos de arma de fogo contra o rapaz, que entrou em óbito. Aproveitando por tratar-se de um local de difícil acesso, o suspeito ocultou o corpo em meio à mata.

Os demais colegas de trabalho, sem terem conhecimento do fato, deram o colega morto como desaparecido, até a denúncia do homicídio chegar à Polícia Militar. Foi dada voz de prisão ao suspeito, que entregou às autoridades o facão e a espingarda utilizados.

O acusado foi encaminhado à 4ª Subdivisão Policial de União da Vitória e o corpo da vítima, identificado até o momento apenas como Renato, ao Instituto Médico Legal. Segundo a delegada responsável pelo caso, Sandra Maria Vasconcelos, o acusado responderá pelos crimes de homicídio e posse ilegal de arma de fogo.