Após mais de 7 horas de julgamento, Aldomar Cagol, 31 anos, foi condenado a 24 anos e 6 meses de prisão em regime fechado pela morte da sua ex-mulher, Clemair Nogueira, 42 anos, crime registrado no dia 6 de dezembro de 2015, no bairro San Genaro em Chopinzinho.

O júri iniciou as 9 horas da manhã e prosseguiu até as 18h 30min de quinta-feira (14), no Fórum da comarca de Chopinzinho, sudoeste do Paraná, o qual foi presidido pela Juíza Dra Paula Michelle da Silva.

Ao final do júri, a Juíza anunciou a sentença de 24 anos e 6 meses de prisão em regime fechado, e como Aldomar estava preso desde o dia 07 de dezembro, esse período foi descontado da pena, restando 23 anos 10 meses e 22 dias, para serem cumpridos na Penitenciária de Francisco Beltrão.

Na acusação atuou o Ministério Público através do promotor Dr Willian Schons, na defesa o advogado nomeado pelo estado Dr Jones Mário Decarli.

Relembre o caso: Tragédia: Mulher é morta a facadas em Chopinzinho