• Compartilhe no Facebook

Momento da transferência dos presos

Forças especiais de segurança foram acionadas na noite desta segunda-feira (05) por volta das 20h00, após a constatação do início de uma rebelião dentro da delegacia de Palmas, no sul do Paraná.

Delegado Victor Grotti relatou ao RBJ que o motim envolvendo a comunidade carcerária iniciou após os agentes constatar um aparelho celular dentro de uma cela. Segundo ele não houve êxito no diálogo e a luz das celas foi desligada até a entrega do aparelho, foi onde iniciou o motim.

Foram quase cinco horas de tumulto dentro das celas. Os detentos só se acalmaram com a chegada dos Policiais da Rotam da 2ª Cia. Na manhã de hoje policiais da 5ª Subdivisão Policial com apoio dos policiais da Rotam de Palmas e Pato Branco realizaram um bate grade para localizar o aparelho celular.

Três dos detentos apontados como mentores da rebelião foram transferidos para delegacias da região. Um deles tem ligação direta com a facção criminosa, PCC. Um forte esquema de segurança foi montado para a remoção dos presos.