Uma ocorrência de perturbação do sossego na noite de sexta-feira (16), na comunidade de Linha Padre, interior de Coronel Vivida, acabou com duas pessoas detidas depois de tentar agredir os policiais militares.

A ocorrência teve início por volta das 22h15, depois de várias ligações reclamando do som excessivamente alto em uma das residências da comunidade. No local, os proprietários da casa ao notar a presença da viatura abaixaram o som, e por não haver o interesse de representação foram orientados a manter o som baixo.

Horas mais tarde, o proprietário da casa onde havia as denúncias de som alto, pediu a presença da polícia, pois, teria se desentendido a sua esposa. Chegando novamente no local foi tentando conversar com o homem, porém, estava muito alterado. Este começou a desacatar os policiais e arremessou uma taboa acertando de raspão a perna de um dos soldados. Ao tentar contar o homem sua esposa começou a agredir e a desacatar os policiais.

Um reforço policial chegou à propriedade e o homem novamente ameaçou de jogar uma gaveta nos policiais, sendo necessário que o soldado fizesse uso da espingarda calibre 12 efetuando dois disparos de munição não letal, não obtendo resultado em conter a agressão. Foi feito também um disparo com a “Taser”, a qual também não obteve resultados.

Depois de muito trabalho, e fazendo o uso de força, o casal foi contido e detido sendo encaminhados à sede da 3ª Cia para os procedimentos.