Na última quarta-feira (08) o cão policial pertencente à equipe do Canil do 3º Batalhão desapareceu após realização de Operação Policial na Linha Ferrinho, na área rural que faz divisa entre os municípios de Enéas Marques, Francisco Beltrão e Boa Esperança do Sudoeste.

De acordo com informações, ao término da Operação o cão foi colocado na viatura da equipe Canil, e de forma inesperada, soltou-se do compartimento que estava e pulou pela janela do veículo.

O cachorro é grande e se parece com cão da raça Fila Brasileiro, pesa atualmente 42 kg, tem orelhas bem grandes caídas ao lado do rosto e a pelagem é marrom, as costas são escuras, quase da cor preta.

O cão policial atende pelo nome Radar e é da raça Bloodhound e recebia treinamento pela equipe Canil do 3º Batalhão desde janeiro de 2014, é o primeiro cão de busca de pessoas treinado da região, sendo imprescindível na solução de várias ocorrências policiais.

O 3º Batalhão recebeu informações sobre a localização do cão policial, de que estaria em uma residência na Linha Ferrinho. Contudo, não foi obtido êxito em sua localização. Como o cão policial é de propriedade do Estado, pode-se responder por apropriação indébita, caso alguém tome posse do animal e não acione a Polícia Militar.

Assim, pede-se que os moradores daquela região auxiliem a Polícia Militar com informações caso o localizem e realizem contato imediato através da Central 190, para que as equipes policiais possam resgatá-lo.