Um aluno do Colégio Estadual Cecília Meireles,  que fica na área central de Ampére, sudoeste do Estado, entrou em uma sala de aula armado com um canivete na manhã desta quarta-feira (26) e provocou pânico. O fato ocorreu por volta das 8h40. O estudante de 16 anos, que frequenta o segundo ano do ensino médio, segundo testemunhas, teria problemas psicológicos.

Foi apurado que o jovem estava na instituição para fazer trabalhos de aula. De posse de um canivete ele foi até uma sala onde alunos de uma terceira série estavam e entrou. Ele teria ameaçado os colegas fazendo movimentos com a arma. Três estudantes agiram rápido e conseguiram imobilizar o menino. Em virtude da ação ele ficou ferido na cabeça.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para atender o ferido. Após os procedimentos o garoto foi encaminhado para o Hospital Santa Rita. Algumas pessoas, entre alunos e profissionais que atuam na instituição, tiveram que ser atendidos em virtude de crises nervosas. A Secretaria de Saúde do município prestou auxílio. Duas alunas foram levadas também para o hospital. Vários pais foram até a escola para buscar os filhos.

A Policia Militar esteve no local para registrar a ocorrência. O comandante do 2º Pelotão da PM, Subtenente André Peres, confirmou que o aluno entrou na sala com um canivete e fez alguns movimentos. “Esse estudante entrou na sala, não sabemos ainda se fez ameaças, mas portava um canivete e algumas pessoas conseguiram imobilizá-lo, a nossa equipe foi acionada, registramos o boletim e fomos até o hospital, onde ele está internado em observação.”

A Polícia Civil abriu inquérito e o aluno foi ouvido para prestando esclarecimentos na delegacia local, acompanhado de familiares e de uma psicóloga.

Texto: Rádio Ampere AM
Foto: Polícia Militar