Os sete réus acusados de autoria da chacina que vitimou cinco pessoas em São Domingos, Oeste de Santa Catarina, em junho de 2016, serão submetidos júri popular. O julgamento será realizado em Chapecó, coordenado pela 1ª Vara Criminal da cidade. De acordo com o juiz Jeferson Vieira, não há data definida para o júri, mas a expectativa é que seja realizado ainda no primeiro semestre deste ano. Dos sete réus, cinco estão presos e outros dois são considerados foragidos da justiça.

Os réus respondem por cinco homicídios qualificados. Cinco deles são acusados por cinco crimes de ocultação de cadáver. Outros três ainda são acusados de tortura e um é acusado do furto de um aparelho celular de uma das vítimas.

Depois da instrução do processo, dia 5 de maio de 2017, o magistrado da comarca de São Domingos, determinou a sentença de pronúncia dos sete acusados para que fossem julgados pelo tribunal do júri, sob a acusação de cinco homicídios duplamente qualificados, tortura e ocultação de cadáver. Os réus entraram com recurso, mas o Tribunal de Justiça, em agosto de 2017, manteve a decisão da sentença de pronúncia.

Em seguida, a defesa de um dos réus fez o pedido para que o julgamento pelo tribunal do júri fosse transferido para outra comarca, o que foi acolhido pelo TJ, que determinou que o processo fosse encaminhado para a cidade de Chapecó.

A chacina ocorreu em 12 de junho de 2016, quando cinco pessoas foram assassinadas e os corpos carbonizados foram encontrados em um veículo incendiado, no interior de São Domingos. As vítimas foram mortas em uma boate na zona rural da cidade e os corpos colocados no carro que foi incendiado.

Conforme a denúncia, os sete réus são acusados de terem torturado um homem que estava no estabelecimento e que seria suspeito de matar o tio de dois dos réus. Outros quatro frequentadores do estabelecimentos e que não tinham nenhuma relação com o fato foram mantidos amarrados enquanto a primeira vítima era torturada. Na sequência, os cinco foram assassinados a tiros. Os corpos foram levados até uma localidade próxima onde o carro e os corpos foram incendiados.

Relembre:

Polícia investiga chacina com cinco mortos em São Domingos/SC

Suspeito de envolvimento na chacina de São Domingos/SC é preso em Pato Branco