Menu Envie sua pauta
Grupo RBJ de Comunicação
Grupo RBJ de Comunicação,
11 de abril de 2021
Rádios

Pescadores são detidos pela Polícia Ambiental na represa Salto Santiago

Também foram apreendidos apetrechos de pesca, peixes, carne de caça e uma arma de fogo.

Meio Ambiente

por Evandro Artuzzi

827dd148-1538-477e-9d81-aab6c2aa1c89
Publicidade

Três pescadores foram detidos durante o fim de semana pela Polícia Ambiental no Alagado da Hidrelétrica Salto Santigo. A prisão ocorreu durante patrulhamento aquático realizado na extensão do lago que compreende os municípios de Candói e Mangueirinha.

Além das prisões, foram apreendidos 540 metros de redes, um motor de popa, duas fisgas, quatro tarrafas, 24 linhas de espera, arco de flechas, 400 gramas de carne de tatu, 7 Kg de pescado (traíras, bagres, mandis, saicangas e cascudos) 35 Kg de peixes vivos capturados nas redes, que foram soltos e sete molinetes, além e uma arma de fogo. Os pescadores e os objetos apreendidos foram entregues na 5ª SDP de Pato Branco para o flagrante.

A Polícia Ambiental, através do comando da Companhia de Guarapuava, alerta que a fiscalização está sendo realizada diuturnamente em toda região com objetivo de evitar crimes de caça e pesca predatória. Denúncias podem ser feitas por meio do telefone 181. As ligações são gratuitas e a identidade do denunciante será mantida em sigilo.  (Fonte/fotos: Polícia Ambiental)

  • [Grupo RBJ de Comunicação] Pescadores são detidos pela Polícia Ambiental na represa Salto Santiago
  • [Grupo RBJ de Comunicação] Pescadores são detidos pela Polícia Ambiental na represa Salto Santiago
  • [Grupo RBJ de Comunicação] Pescadores são detidos pela Polícia Ambiental na represa Salto Santiago
  • [Grupo RBJ de Comunicação] Pescadores são detidos pela Polícia Ambiental na represa Salto Santiago
  • [Grupo RBJ de Comunicação] Pescadores são detidos pela Polícia Ambiental na represa Salto Santiago
  • [Grupo RBJ de Comunicação] Pescadores são detidos pela Polícia Ambiental na represa Salto Santiago
Publicidade