Menu
Grupo RBJ de Comunicação
Grupo RBJ de Comunicação,
24 de janeiro de 2021
Rádios

Palmas: Prefeitura publica decreto que obriga uso de máscaras em vias públicas

Geral

por Guilherme Zimermann

virus-4898571_1920
Publicidade

Em decreto publicado nesta sexta-feira (24), a prefeitura de Palmas prorrogou a autorização para as atividades comerciais, autorizou a realização de cultos religiosos com a presença de público e obriga a utilização de máscaras em todos os locais, inclusive nas vias públicas. As medidas visam impedir a propagação do coronavírus.

Conforme o documento, a prefeitura revoga a proibição da realização de cultos religiosos. Entretanto, fica recomendada, primeiramente, a priorização de formas digitais para o atendimento desses estabelecimentos.

As atividades de cunho religioso poderão ocorrer de forma presencial, desde que sejam atendidos alguns requisitos. Pessoas que apresentem sintomas respiratórios, que estejam convivendo com pacientes suspeitos de estarem com coronavírus, que tenham comorbidades ou que estejam com o sistema imunológico debilitado estão proibidas de participarem das celebrações.

A participação presencial será permitida com a presença de 25% da capacidade máxima de público, que será garantida distância de 1,5 metro entre cada pessoa e que sejam intercalados espaços livres entre cadeiras e bancos. Todos os presentes nas celebrações deverão utilizar máscaras. Outra obrigatoriedade é a disponibilização de álcool em gel para a utilização pelos presentes.

Publicidade
Publicidade

Ainda no decreto, o poder público inclui uma nova determinação ao decreto 3.648, estabelecendo o uso de máscaras no embarque de transporte público coletivo e acesso ao terminal; ao usar táxi ou transporte compartilhado de passageiros; ao acessar aos estabelecimentos considerados como essenciais (supermercados, mercados, farmácias, entre outros); para acesso aos demais estabelecimentos comerciais; para o desempenho das atividades em repartições públicas e privadas; e para circulação nas vias públicas do município.

O novo decreto entra em vigor neste sábado (25), com validade de sete dias, podendo ser prorrogado ou revogado de acordo com a necessidade, inclusive restabelecendo medidas de decretos anteriores e tornando-as mais rigorosas.

Publicidade