Menu Envie sua pauta
Grupo RBJ de Comunicação
Grupo RBJ de Comunicação,
27 de outubro de 2021
Rádios

Palmas fecha mais um mês com redução nas exportações

Cotidiano

por Guilherme Zimermann

12-break-bulk-ship.-1
Publicidade

O setor industrial de Palmas fechou o mês de junho com US$ 10,7 milhões em exportações. O valor é 18% menor que o registrado em maio e 24% abaixo do que o movimentado em junho de 2019. Os dados foram levantados pelo Setor de Estatísticas do Departamento de Jornalismo da Rádio Club/RBJ.

Um dos principais produtos da pauta de exportações do município, a Heparina e Sais movimentou US$ 1,49 milhão, com a venda de 3,3 toneladas. Em junho, Palmas exportou mais de 1,2 mil toneladas de carne suína, gerando US$ 2,58 milhões.

Segundo o Ministério da Economia, a madeira compensada movimentou cerca de US$ 6,31 milhões, com a comercialização de 15 mil toneladas, volume 20% menor que o exportado em junho do ano passado, quando foram movimentados quase US$ 8,6 milhões.

Constam ainda na tabela de exportações do município, miudezas animais, produtos de papel e artefatos de alumínio, que somam em torno de US$ 327,6 mil em junho.

Publicidade
Publicidade

Na soma do primeiro semestre, Palmas contabiliza US$ 69,5 milhões, através da exportação de quase 120 mil toneladas de produtos. Somente a madeira compensada é responsável por 70% do valor financeiro movimentado, com US$ 49 milhões. A Heparina gerou US$ 10,3 milhões e a carne suína outros US$ 8,8 milhões.

Nas importações, que são as compras realizadas pelo setor industrial no exterior, Palmas movimentou pouco mais de US$ 171 mil entre janeiro e junho, valor 86% menor que o contabilizado no primeiro semestre de 2019. Os principais produtos comprados pela indústria palmense foram tintas para impressão, óleos, chapas de plástico, correias de transmissão, parafusos, e frascos e embalagens para conserva.

Publicidade