Menu
Grupo RBJ de Comunicação
Grupo RBJ de Comunicação,
21 de janeiro de 2021
Rádios

Palmas fecha mais um mês com redução nas exportações

Cotidiano

por Guilherme Zimermann

12-break-bulk-ship.-1
Publicidade

O setor industrial de Palmas fechou o mês de junho com US$ 10,7 milhões em exportações. O valor é 18% menor que o registrado em maio e 24% abaixo do que o movimentado em junho de 2019. Os dados foram levantados pelo Setor de Estatísticas do Departamento de Jornalismo da Rádio Club/RBJ.

Um dos principais produtos da pauta de exportações do município, a Heparina e Sais movimentou US$ 1,49 milhão, com a venda de 3,3 toneladas. Em junho, Palmas exportou mais de 1,2 mil toneladas de carne suína, gerando US$ 2,58 milhões.

Segundo o Ministério da Economia, a madeira compensada movimentou cerca de US$ 6,31 milhões, com a comercialização de 15 mil toneladas, volume 20% menor que o exportado em junho do ano passado, quando foram movimentados quase US$ 8,6 milhões.

Constam ainda na tabela de exportações do município, miudezas animais, produtos de papel e artefatos de alumínio, que somam em torno de US$ 327,6 mil em junho.

Publicidade
Publicidade

Na soma do primeiro semestre, Palmas contabiliza US$ 69,5 milhões, através da exportação de quase 120 mil toneladas de produtos. Somente a madeira compensada é responsável por 70% do valor financeiro movimentado, com US$ 49 milhões. A Heparina gerou US$ 10,3 milhões e a carne suína outros US$ 8,8 milhões.

Nas importações, que são as compras realizadas pelo setor industrial no exterior, Palmas movimentou pouco mais de US$ 171 mil entre janeiro e junho, valor 86% menor que o contabilizado no primeiro semestre de 2019. Os principais produtos comprados pela indústria palmense foram tintas para impressão, óleos, chapas de plástico, correias de transmissão, parafusos, e frascos e embalagens para conserva.

Publicidade