Menu Envie sua pauta
Grupo RBJ de Comunicação
Grupo RBJ de Comunicação,
03 de dezembro de 2021
Rádios

Nova rodoviária facilita desenvolvimento de Francisco Beltrão, que recebe novos investimentos

Nova estrutura recebeu a visita do governador Carlos Massa Ratinho Junior, nesta quinta-feira (09)

Geral

por Angela Maria

news_interna_image00024
Publicidade

Uma estrutura moderna para quem chega ou sai da cidade e trânsito urbano menos pesado. Esses são alguns dos benefícios já sentidos com a implantação da nova rodoviária de Francisco Beltrão, em funcionamento desde o começo do ano. O terminal foi inaugurado oficialmente pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior nesta quinta-feira (09), após agenda em municípios no Sudoeste.

O investimento do Governo do Estado foi de R$ 10,4 milhões. O terminal foi erguido no bairro Água Branca, perto da PR-483 (saída para Cascavel), da PR-180 (conexão com Marmeleiro e Pato Branco) e do Contorno Norte, alça de ligação com as saídas para Coronel Vivida (PR-566) e Verê (PR-475).

[Grupo RBJ de Comunicação] Nova rodoviária facilita desenvolvimento de Francisco Beltrão, que recebe novos investimentos — O Governo do Estado executou a estrutura física e a prefeitura pavimentou o acesso e implementou uma nova conexão feita pela Avenida Dom Agostinho Sartori. Foto: José Fernando Ogura/AEN
O Governo do Estado executou a estrutura física e a prefeitura pavimentou o acesso e implementou uma nova conexão feita pela Avenida Dom Agostinho Sartori. Foto: José Fernando Ogura/AEN

A rodoviária substitui a estrutura antiga localizada no Centro, que funcionava desde 1977, e retira o fluxo dos ônibus do dia a dia da região Central.

“Francisco Beltrão é uma das melhores cidades do País em infraestrutura, destaque em desenvolvimento urbano, e essa rodoviária é fundamental não só para o município, mas para toda a região Sudoeste”, destacou o governador. “Visitantes e moradores ganham uma estrutura melhor, com mais conforto e que suporta o crescimento da cidade, que se expande com a atração de novos investimentos”.

Publicidade
Publicidade

Segundo o prefeito Cléber Fontana, a rodoviária antiga não atendia mais a necessidade do município, especialmente por causa da localização. “Tínhamos linhas de ônibus deixando de operar pela demora que levavam para entrar e sair da cidade. Nos momentos de pico chegava a uma hora de tempo. Agora, na saída, há separação entre o que é urbano e rodoviário”, disse. (AEN)

Publicidade