Menu Envie sua pauta
Grupo RBJ de Comunicação
Grupo RBJ de Comunicação,
27 de outubro de 2021
Rádios

Movimento questiona legitimidade de liderança indígena em Mangueirinha

Geral

por Guilherme Zimermann

terra_indigena
Publicidade

Um movimento desencadeado na Terra Indígena de Mangueirinha está questionando a legitimidade da liderança do atual cacique João Santos. Uma comissão composta por opositores à gestão da comunidade foi formada, buscando destituir a liderança e realizar novas eleições para cacicância.

A mobilização conta com representantes das três aldeias que compõem da Terra Indígena. Os manifestantes questionam decisões e atitudes tomadas pelo cacique, como a venda de terras da reserva, má conservação de espaços pertencentes à comunidade e transferência de famílias da Terra Indígena.

A comissão afirma que conta com reconhecimento por parte do Ministério Público Federal e da Funai (Fundação Nacional do Índio) para responder pela liderança da comunidade indígena.

Por sua vez, o cacique João Santos nega todas as acusações, rebatendo que segue à frente da Terra Indígena. Ele diz que em momento algum efetuou desvios ou tomou decisões sem o conhecimento da comunidade.

Publicidade
Publicidade

Segundo o cacique, após reunião no Ministério Público Federal nesta quarta-feira (19), lhe foi garantida a posição de liderança, aguardando agora o andamento da apuração das acusações feitas pela comissão.

Procurada pelo Departamento de Jornalismo da Rádio Club de Palmas, a assessoria de comunicação do Ministério Público Federal informou que o órgão, momentaneamente, não irá se pronunciar sobre o caso.

*Matéria atualizada às 16h03

Publicidade