Menu Envie sua pauta
Grupo RBJ de Comunicação
Grupo RBJ de Comunicação,
05 de dezembro de 2021
Rádios

Ministério Público recomenda que Câmara de Palmas retire projetos do Plano Diretor da pauta de votações

Promotoria afirma que a Casa está descumprindo acordo que previa o adiamento das votações de matérias do Plano.

Política

por Guilherme Zimermann

camara
Publicidade

A 2ª Promotoria de Justiça da Comarca de Palmas expediu no final da tarde desta segunda-feira (18), Recomendação Administrativa à presidência da Câmara de Vereadores, para que sejam retirados da pauta de votações da Casa, projetos de lei que integram o Plano Diretor Municipal.

Entenda o caso

Em entrevista à Rádio Club na manhã desta segunda-feira, o promotor de Justiça, José de Oliveira Junior, afirmou que a Câmara, ao colocar os projetos de lei do Plano Diretor, está descumprindo um acordo firmado com o Ministério Público, que previa o adiamento das votações, para melhor análise das propostas, diante de possíveis irregularidades constantes nas matérias.

Promotoria questiona retomada de votações do Plano Diretor pela Câmara de Palmas

Publicidade
Publicidade

O presidente da Câmara, José Maria Filho, respondeu às afirmações, considerando que não houve quebra de acordo, visto que o prazo pedido pelo Ministério Público de 30 dias de adiamento, foi cumprido pelo Legislativo, a partir de aprovação de requerimento por parte dos vereadores.

Presidente da Câmara de Palmas rebate Ministério Público sobre votação do Plano Diretor

Conforme documento encaminhado à Câmara, o Ministério Público recomenda ao presidente da Câmara, “sob pena de configuração de ato de improbidade administrativa e quebra de decoro parlamentar”, que retire de pauta os projetos 12 e 23/2021 e que disponibilize aos vereadores, antes da sessão ordinária, uma cópia da recomendação. A presidência deve ainda informar ao Ministério Público se acatará, ou não, a referida recomendação.

Publicidade