A região Sudoeste do Paraná perdeu mais de 1,5 milhão de hectares de sua cobertura original de mata atlântica. O levantamento foi realizado pelo Setor de Estatística da Rádio Club/RBJ junto à Fundação SOS Mata Atlântica.

Segundo os dados mais recentes disponibilizados pela entidade, referentes ao ano de 2017, o Sudoeste do Paraná tem 169,4 mil hectares de mata atlântica, o que representa cerca de 9,9% da cobertura original.

A microrregião de Palmas concentra a maior parte dos remanescentes de mata atlântica na região. Os municípios de Coronel Domingos Soares, Clevelândia, Honório Serpa, Mangueirinha e Palmas somam 106,8 mil hectares, 63% de toda a área de mata do Sudoeste.

Em percentual, a maior redução foi a do município de Sulina, que perdeu 98,55% de sua cobertura. Já em números absolutos, Coronel Domingos Soares lidera o ranking regional. O município desmatou mais de 118,9 mil hectares de sua mata atlântica original. Veja mais no box abaixo.

Os dados levantados são originados no “Atlas da Mata Atlântica”, elaborado pela Fundação. Anualmente são gerados relatórios sobre o estado de conservação da floresta. O monitoramento é feito desde 1990 através de uma parceria da SOS Mata Atlântica e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, o INPE, com execução técnica da Arcplan e patrocínio do Bradesco Cartões.

Além de mapear os remanescentes da Mata Atlântica em seu domínio original, o Atlas calcula as taxas de desmatamento e regeneração da mata nativa.

  • Compartilhe no Facebook