O projeto “Integridade ambiental do Refúgio de Vida Silvestre dos Campos de Palmas: suas águas e seus anfíbios associados”, desenvolvido por um grupo de professores do Câmpus Francisco Beltrão da UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná), em parceria com professores da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) e Unipampa (Universidade Federal do Pampa), foi aprovado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

O objetivo do projeto é contribuir para a caracterização e conservação da integridade ambiental dos recursos hídricos e anfíbios do Refúgio de Vida Silvestre e seu entorno.

Serão realizadas atividades para o diagnóstico da qualidade da água, por meio da avaliação de parâmetros físico-químicos e microbiológicos e o teor de agroquímicos em lagoas e riachos do refúgio.

Os estudos também se concentrarão na análise de possíveis impactos de compostos químicos sobre anfíbios da região e a avaliação dos impactos sobre espécies de anfíbios ameaçadas de extinção. Os pesquisadores também pretendem atuar no desenvolvimento atividades de educação ambiental em escolas do município de Palmas e região, promovendo a valorização das Unidades de Conservação. O projeto receberá um aporte financeiro no valor de R$ 180 mil para a sua execução das ações nos próximos três anos.