Dois flagrantes de crimes ambientais forma constatados por policiais ambientais da Força Verde e Agentes do ICMbio no Parque Nacional do Iguaçu, em Capanema, no Sudoeste do Estado, nas últimas horas.

Durante fiscalização para coibir a caça e pesca no parque, durante o fim de semana, um homem foi preso em flagrante. Com ele, foi encontrado um animal silvestre abatido (Cutia), espingarda calibre 36, munições desse mesmo calibre e uma embarcação de madeira. O preso foi encaminhado à Delegacia da Polícia Federal de Cascavel para os procedimentos.

Na madrugada de segunda-feira (18), militares do 21º Batalhão prenderam três homens, também acusados de praticar a caça no parque. Com eles, foram encontrados três animais abatidos (Cutias), dois rifles calibre 22, 56 munições do mesmo calibre, facão, facas, lanternas, mochilas e coletas salva-vidas. O trio estava com um veículo Fiat Tipo, que foi apreendido.

A ocorrência foi encaminhada à Polícia Civil de Capanema para os procedimentos relacionados aos crimes cometidos.

Fonte/fotos: Polícia Ambiental