Mais de trinta papagaios-de-peito-roxo voltaram ao seu habitat natural, na última semana, no Parque Nacional das Araucárias entre os municípios de Ponte Serrada e Passos Maia, no Oeste de Santa Catarina. A maioria das aves é vitima do tráfico de animais silvestres.Desde o início projeto do Instituto Espaço Silvestre, em 2011, já foram reconduzidas 76 aves da espécie ameaçada de extinção e apreendidas em várias regiões.

Conforme a coordenadora do projeto, Doutora Vanessa Tavares Kanaan, antes da soltura é realizado um trabalho de quatro a seis meses de reabilitação das aves. Inicialmente são colocadas em um viveiro e posteriormente o compartimento é aberto todas as manhãs onde os papagaios podem ir e vir conforme sua vontade até que todos parem de retornar ao abrigo.

Os papagaios agora serão monitorados com equipamentos eletrônicos e visualmente. Conforme a bióloga com a implantação do projeto e colaboração da população que reside próximo ao Parque está sendo possível reduzir as ameaças que levaram a espécie à extinção na região. “Pedimos que continuem colaborando através de denúncias de retirada de animais da natureza e monitoramento das aves soltas”, pediu a coordenadora, que reforçou que informações e denúncias podem ser pelo (48) 8424-8590, ou nas delegacias de Passos Maia e Ponte Serrada.