Operação conjunta realizada pelo Ministério Público do Paraná, Batalhão da Polícia Ambiental e Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) detectou o desmate de 1,3 mil hectares de mata de araucárias na região Centro-Sul do Estado. O trabalho realizado entre os dias 26 de março e 1º de abril, abrangeu 241 propriedades rurais em 15 municípios.

Foram assinaladas 210 ocorrências relacionadas a algum tipo de ilicitude, sendo deste total 94 ligadas diretamente a desmatamento. Cerca de 150 pessoas participaram da ação. Foram efetuadas seis prisões e uma apreensão de arma de fogo. As propriedades fiscalizadas estão situadas nos municípios de Bituruna, Clevelândia, Coronel Domingos Soares, Cruz Machado, General Carneiro, Mallet, Palmas, Paula Freitas, Paulo Frontin, Pinhão, Rebouças, Rio Azul, União da Vitória, Mangueirinha e Antônio Olinto.

O relatório com as irregularidades identificadas na operação será encaminhado aos agentes do Ministério Público do Paraná em todas as comarcas onde foi feita vistoria. Após isso, os promotores de Justiça devem adotar providências no sentido de assegurar a reparação dos danos ambientais causados, incluindo a recuperação das áreas degradadas, além da responsabilização dos autores dos desmatamentos ilegais.