A Estrada do Colono, que liga Serranópolis do Iguaçu a Capanema, foi fechada pela primeira vez em 1986 e reaberta ilegalmente em 1997. Em 2001 foi fechada definitivamente por estar em uma área de preservação ambiental. Com isso a distância entre as cidades aumentou mais de 100 Km. Desde então, há uma luta de entidades, principalmente da região Sudoeste, que buscam apoio para a reabertura.

O Presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Subseção de Francisco Beltrão, Luiz Carlos D’Agostini Junior, manifestou o apoio da entidade após ser procurado por representantes de entidades e autoridades de Capanema, “Essa está longe de ser uma questão em que todos concordam, respeitamos opiniões contrárias, mas a maioria são favoráveis a abertura”, destaca.

Segundo ele, essa é uma causa apartidária, e desde que aconteça de forma correta, respeitando o meio ambiente, eles manterão o posicionamento. A notícia foi comemorada pois, quanto mais entidades vinculadas, maior será a representatividade no Legislativo.

Economicamente para a região Sudoeste seria um grande avanço, “manifestamos esse apoio entendendo que a abertura irá gerar maior desenvolvimento. Principalmente a região de Capanema, ficou de certo modo abandonada, longe de tudo e de todos, então acredito que a abertura trará desenvolvimento desenvolvimento para toda a região”, enfatiza.

Confira a matéria: