A partir de agora, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Francisco Beltrão, juntamente com a Associação dos Catadores de Papel (Ascapabel) não vão coletar o lixo orgânico que estiver misturado com lixo reciclável. A medida foi autorizada pela Lei Federal 12.305/2010 e pela Lei Municipal 3.724/2010. Nos últimos seis anos a prefeitura mobilizou as secretarias na proposta de avisar a população e conscientizar sobre a importância de separar o lixo.

Segundo o Diretor do Meio Ambiente, Vilmar Rigo, “a gente tem coleta seletiva do lixo desde 2007, em 2012 com cobertura total de todos bairros. Hoje estamos adotando essa medida, depois de muitas campanhas, reportagens, trabalhos educativos”.

O percentual de separação do lixo no município é consideravelmente bom, mas a secretaria trabalha para aumentar o índice, que hoje está em aproximadamente 70 %. “Queremos chegar ao número de 100%, esse é o objetivo. Porém, muitos materiais que são utilizados na reciclagem, estão sendo colocados com materiais orgânicos. Isso impede que seja reaproveitado pela associação de catadores, e outro que vai para o aterro sanitário, comprometendo a vida útil do aterro”. Destaca Rigo.

A equipe de coleta está identificando as casas que não fazem a separação do lixo, os dados são repassados para a secretária de meio ambiente, a qual faz uma visita a família para explicar as modificações na coleta e orientar. Caso o problema continua, a coleta não será realizada.