Projeto que envolve mulheres de Passos Maia é escolhido como modelo de negócio inovador
  • Compartilhe no Facebook

Foto: Jonathan Coppini

Um projeto de geração de trabalho e renda que envolve mulheres de Passos Maia, Oeste de Santa Catarina, foi escolhido como uma das melhores ideias de negócio com impacto positivo na conservação da biodiversidade brasileira. O grupo conhecido como “Amigas dos Roxinhos” foi um dos vencedores do desafio de empreendedorismo inovador realizado pela Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, em parceria com a Innonatives, plataforma europeia de inovação aberta para soluções sustentáveis.

c74d60_35a4f932333442df80fa22df8faada2a
  • Compartilhe no Facebook

Foto: Instituto Espaço Silvestre

Formado por cinco mulheres, moradoras do entorno do parque, as empreendedoras produzem peças de artesanato como camisetas, chaveiros, lixeiras de carro e ímãs de geladeira. Todos os produtos são comercializados pela internet, lojas e pontos turísticos. Cada peça é inspirada principalmente no papagaio-de-peito-roxo e na araucária.

A ação se desenvolve paralelamente ao projeto de reintrodução do papagaio-de-preito-roxo no Parque Nacional das Araucárias(PARNA), área de preservação ambiental localizada entre os municípios de Passos Maia e Ponte Serrada, sob a responsabilidade da  unidade do Instituto Chico Mendes de Biodiversidade em Palmas, sul do Paraná. O projeto é coordenado pela bióloga, Vanessa Tavares Kanaan, do Instituto Espaço Silvestre. “O negócio nasceu como complementação do trabalho de reintrodução do papagaio-de-peito-roxo que fazemos no Parque Nacional das Araucárias”, conta.

  • Compartilhe no Facebook

Foto: PARNA(ICMbio)

A estimativa é que a renda gerada pelo grupo já tenha aumentando 62% desde 2013, quando a ideia foi colocada em prática. “Essa integração de negócio e conservação foi um dos pontos que contribuiu para que a empresa das Amigas dos Roxinhos fosse selecionada no desafio”, diz Guilherme Karam, coordenador de Estratégias de Conservação da Fundação Grupo Boticário.

A coordenadora e designer do Amigas dos Roxinhos, Jozi Telles,  destaca  que além de ser mais um canal de conscientização da população, o grupo já é responsável por garantir renda às famílias das participantes.