• Compartilhe no Facebook

O ICMBio está implementando sinalizações nas trilhas interpretativas nas Unidades de Conservação Federal(UC) do Núcleo de Gestão Integrada(NGI), com sede em Palmas. O procedimento recentemente foi aplicado no Refúgio da Vida Silvestre dos Campos de Palmas. O objetivo é contribuir para desenvolvimento da própria trilha, para a sinalização da Rede Nacional de Trilhas de Longo Curso e Conectividade (RedeTrilhas), instituída pelo Ministério do Meio Ambiente e Ministério do Turismo.

  • Compartilhe no Facebook

Seguindo orientações para caracterização locais,  está sendo aplicada uma pegada amarela sobre a seta preta, retratando uma araucária e um pinhão. Este modelo também será utilizado na  UC Estação Ecológica da Mata Preta, em Abelardo Luz e já foi aplicada em quatro trilhas do Parque Nacional das Araucárias(PARNA), nos municípios de Passos Maia e Ponte Serrada.

A RedeTrilhas é composta por caminhos reconhecidos pela sua relevância nacional para a conectividade de paisagens e ecossistemas, a recreação em contato com a natureza e o turismo.

Conforme o NGI, os trechos que envolvem as UCs localizadas entre os estados do Paraná e Santa Catarina denomina-se Caminhos de Peabiru em homenagem ao caminho histórico dos índios Guarani que ligava o Atlântico aos Andes, passava pela região e perfazia cerca de 1.000 quilômetros de extensão.

Fonte: NGI Palmas.Fotos: Marcia Abrahão – Analista Ambiental.