A Fundação Nacional do Índio (Funai) e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) realizaram uma operação conjunta de fiscalização ambiental na Terra Indígena Mangueirinha, estado do Paraná. O objetivo foi promover o combate ao desmatamento ilegal na área, situada entre os municípios de Chopinzinho, Mangueirinha e Coronel Vivida, no Sudoeste do estado.

A fiscalização ocorreu nos dias 20 e 22 de outubro e contou com o apoio da Polícia Federal e da Polícia Militar Ambiental do Paraná. Na ocasião, foram realizadas reuniões com a comunidade indígena, incursões e vistorias pelo interior do território, priorizando locais com ocorrência de desmatamento ou degradação ambiental. As ações resultaram na abertura de procedimentos administrativos pelo Ibama e pela Polícia Ambiental.

Para o coordenador da unidades descentralizada da Funai em Guarapuava, José Luiz Tusi Perazzolo, a operação foi importante também para melhorar a integração entre os órgãos envolvidos e os indígenas, a fim de agilizar o atendimento às ocorrências ambientais e incentivar ações preventivas. “Essa integração vai trazer muitos benefícios para as comunidades, tanto pelo alinhamento das ações quanto pela maior eficácia na busca do desenvolvimento sustentável nas Terras Indígenas “, comenta Perazzolo.

A operação foi motivada por denúncia da própria comunidade indígena e do Ministério Público Federal (MPF). Pela Funai, participaram da iniciativa servidores do Serviço de Gestão Ambiental e Territorial (Segat) da Coordenação Regional de Guarapuava.

Fonte: Assessoria de Comunicação/Funai