A Patrulha Rural da 2ª Cia apreendeu dois caminhões carregados com araucárias retiradas ilegalmente no município de Palmas, sul do Paraná. Além das toras foram encontradas duas motosserras e detidos dois homens que conduziam os veículos carregados. Não foi divulgado qual seria o destino da madeira.

Em Clevelândia, a equipe da ROTAM em operação bloqueio abordou três veículos transportando 412 quilos de pinhão. Os frutos ainda impróprios para o consumo estavam em seis sacas.

Um dos carros  com placas adulteradas foi encaminhado juntamente com o motorista para a Delegacia de Pato Branco. Outros seis homens passaram pelo Termo Circunstanciado no Pelotão da Polícia Militar local.

A colheita e venda de pinhão no Paraná estarão liberadas a partir de sábado (1º). Antes disso, qualquer atividade envolvendo a semente está proibida, incluindo o transporte e o armazenamento.

O prazo é estabelecido na portaria nº 046/2015, do Instituto Ambiental do Paraná(IAP), com o objetivo de garantir a maturação do pinhão e a continuidade da araucária, árvore símbolo do estado. É nesta época do ano que as pinhas amadurecem para a reprodução da espécie.