O projeto Reintrodução do Papagaio-de-peito-roxo no Parque Nacional das Araucárias, localizado entre os município de Passos Maia e Ponte Serrada, Oeste de Santa Catarina, é um dos finalistas do Prêmio Nacional da Biodiversidade (PNB) na categoria Sociedade Civil.

A comissão julgadora selecionou 17 trabalhos sobre espécies ameaçadas de extinção. O vencedor será eleito por meio de votação eletrônica, que será segue aberta até o próximo dia 22. Para votar acesse: http://pnb.mma.gov.br/juri_popular/

O projeto, responsável pela preparação, soltura e monitoramento de 83 papagaios-de-peito-roxo no interior do parque, também foi selecionado em outra premiação – Premios Latinoamérica Verde – como um dos 50 melhores projetos socioambientais da América Latina na categoria Biodiversidade e Fauna. A premiação ocorrerá no final de agosto.

Outro destaque foi o desenvolvimento de um programa de geração de trabalho e renda envolvendo mulheres de Passos Maia, e que foi escolhido como uma das melhores ideias de negócio com impacto positivo na conservação da biodiversidade brasileira. O grupo conhecido como “Amigas dos Roxinhos” foi um dos vencedores do desafio de empreendedorismo inovador realizado pela Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, em parceria com a Innonatives, plataforma europeia de inovação aberta para soluções sustentáveis.

Formado por cinco mulheres, moradoras do entorno do Parque Nacional, as empreendedoras produzem peças de artesanato como camisetas, chaveiros, lixeiras de carro e ímãs de geladeira. Todos os produtos são comercializados pela internet, lojas e pontos turísticos. Cada peça é inspirada principalmente no papagaio-de-peito-roxo e na araucária.