Atendendo pedido formulado em ação civil pública pelo Ministério Público do Paraná, a Vara da Fazenda Pública de Quedas do Iguaçu, no Centro Oeste do estado, condenou por atos de improbidade administrativa o secretário municipal de Administração.

O réu foi condenado à suspensão dos direitos políticos por quatro anos e ao pagamento de multa civil equivalente a 15 vezes o salário recebido pela função pública.

De acordo com a ação, ajuizada pela 2ª Promotoria de Justiça da comarca, o secretário, que também é diretor-presidente da Rádio Municipal – veículo integrante da Fundação Cultural municipal – utilizou-se de um programa radiofônico semanal por ele apresentado, desde o início da gestão 2017-2020, para “veicular ataques e ofensas a servidores públicos, adversários políticos e cidadãos que lhe formulem críticas, bem como para comunicar as ações do atual governo com vinculação direta às pessoas ocupantes de cargos públicos, conduta ofensiva aos princípios administrativos, notadamente o da impessoalidade.”

Fonte: Assessoria com foto extraída do facebook