Por Evandro Artuzi
A preocupação com a violência em todos os setores começou a ser debatida na noite desta segunda-feira (05), em Francisco Beltrão. No Centro de Eventos do Parque de Exposições Jaime Canett Junior foi aberta a Semana de Combate a Violência. O evento é uma iniciativa da Administração Municipal de Francisco Beltrão, através da Secretaria Municipal de Saúde.

Nesta primeira noite, os participantes acompanharam uma palestra com o promotor de justiça do Estado de Santa Catarina, Izac Sabah Guimarães, que abordou o tema violência doméstica, cujas vítimas são mulheres de todas as idades.

Conforme ele, esse tipo de violência tem como vítimas mulheres de todas as cidades, independente do tamanho, mas muitas vezes os casos não são denunciados por falta de apoio dos órgãos de segurança. Esse tipo de violência também é um fenômeno, envolto por muito mistério, afinal acontece entre quatro paredes, sem qualquer testemunha.

Um fator que colabora para que muitas vítimas não denunciem os agressores, é a falta de delegacias da mulher, problema que atinge a maioria das cidades brasileiras. Conforme o promotor, os serventuários das delegacias e, até mesmo delegados, muitas vezes não estão preparados para tratar o assunto e as vítimas optam por não denunciar.