A ex-prefeito de Francisco Beltrão, empresário Vilmar Cordasso (PP), foi entrevistado pelo jornalista Luiz Carlos Baggio, na Rádio Onda Sul FM, na manhã de quarta-feira (16). Na oportunidade, o político foi questionado sobre o cenário políticos nacional e fez uma análise bem aprofundada da situação vivida pela presidente Dilma Rousseff (PT).

Ao contrário do que muitos apostam, Cordasso acredita que a presidente não irá renunciar ao cargo. O ex-prefeito aposta mais num eventual impeachment, visto os pedidos apresentados na Câmara dos Deputados, um deles inclusive feito pelo fundador do PT (Partido dos Trabalhadores), Hélio Bicudo.

Quanto ao cenário estadual, Cordasso ariscou algumas projeções para as eleições de 2018. Citou nomes do senador Roberto Requião e da vice-governadora Cida Borguetti para disputa do governo do Estado, tendo o atual governador Beto Richa, como candidato ao senado federal.

Por fim, o ex-prefeito foi questionado sobre sua possível candidatura a prefeito em 2016. Para responder, Cordasso fez uma análise da atual conjuntura política de Francisco Beltrão e disse que não basta ter vontade de disputar, é necessário o consenso do partido.

Revelou ainda que tem pensado muito sobre essa questão e, mesmo que o partido o indique, deverá discutir com a família sua participação nas eleições do ano que vem, que pode ter três candidatos na disputada. Além dele, citou os nomes do vereador Cleber Fontana e do empresário Idalino Menegotto, ambos do PSDB. Além disso, defendeu a união de todos os partidos de oposição ao atual governo municipal.