Na quarta-feira (24), o Médico Veterinário José Carlos Zanella, participou da programação da Rádio Onda Sul FM com o quadro “Onda Animal”. Na ocasião, entre outras perguntas, foi respondido o questionamento da ouvinte Paula.

Eu tenho uma gata que sempre foi muito higiênica, ela fazia toda necessidades na caixa de areia, porém, ela mudou e passou a espalhar o xixi pela casa. O que pode estar acontecendo Zanella?

Zanella inicia esclarecendo que, “esse comportamento dos felinos principalmente quando está ligado à fêmeas, se deve a alguma doença do trato urinário, ou seja, principalmente da bexiga desses animais, da vesícula urinária. Os gatos são seres muito organizados com relação às suas necessidades, desde pequeno quando nascem não há necessidade nem mesmo de a mãe ou do proprietário ensiná-los, eles procuram local onde eles possam esconder o seu dejeto, ou seja, o xixi e o cocô.”

O Veterinário comenta que quando estão dentro de casa os gatos fazem suas necessidades de forma muito segura, natural. Porém, “quando começa a espalhar dessa forma, provavelmente esse animal está tendo alguma estimulação do trato urinário, algum processo inflamatório ou infeccioso, que faz com que se animar o tempo todo não consiga esvaziar totalmente a vesícula urinária ou não consigo chegar a tempo na caixinha e que faça o xixi fora. E aí entra cálculos urinários, processo inflamatório, infecção de bexiga, um grupo de doenças que levam esse problema, principalmente em fêmeas”, indicou Zanela.

(Foto Ilustrativa)
  • Compartilhe no Facebook

(Foto Ilustrativa)

Os donos também devem ficar atentos a outros fatores, que podem estar ligados ao estresse, como explica Zanella. “Outro fator também é muito comum associado a isso, são fatores estressantes qualquer fator estressante no gato reflete muito e na fêmea existe uma doença chamada a cistite idiopática felina, que está ligado ao um fator estressante. Ou seja, você tem que procurar realmente um profissional da área para que faça uma triagem e possa te ajudar um pouco mais. É preocupante e você não pode brincar com isso, pois o animal está demonstrando que não está bem e o quadro tende só a piorar numa situação dessa”, alertou.

Confira o áudio na íntegra: